quinta-feira, 10 de novembro de 2016

É a vida



Um sistema onde vencem as maiorias? Muito bom, diziam eles. O povo é quem ordena. Um regime onde qualquer um pode chegar à alta chefia? Muito democrático, gritavam. Tal como gostavam de citar as balelas do charuteiro "a democracia? o melhor regime depois de qualquer outro". Tudo estava bem no pacato mundo da esquerda liberal e dos arautos do demo-liberalismo republicano. Até que chegou Trump. Aí as maiorias passaram a ser loucas, a república uma farsa, a democracia uma náusea. Um verdadeiro conto de fadas para o pensamento político.  Acho que a partir do dia de ontem os liberais começaram a repensar os seus dogmas e a reescrever os seus princípios.  

Sem comentários:

Enviar um comentário