sexta-feira, 16 de agosto de 2013

IN MEMORIAM - Eça de Queirós




"E dai, da sua cadeira de couro, Gonçalo Mendes Ramires, pensativo diante das tiras de papel almaço, roçando pela testa a rama da pena de pato, avistava sempre a inspiradora da sua Novela -- a Torre, a antiquíssima Torre, quadrada e negra sobre os limoeiros do pomar que em redor crescera, com uma pouca de hera no cunhal rachado, as fundas frestas gradeadas de ferro, as ameias e a miradoura bem cortadas no azul de junho, robusta sobrevivência do Paço acastelado, da falada Honra de Santa Ireneia, solar dos Mendes Ramires desde os meados do século X."

in A Ilustre Casa de Ramires de Eça de Queirós.

Eça de Queirós, 25-11-1845 / 16-08-1900

Sem comentários:

Enviar um comentário